O que aprendemos com Soluço e Banguela

20:15

Ser estudante morando sozinha não é fácil, ainda mais em outro país. Não temos sala ou televisão, nem sofá. Como eu e minha roommate amamos ver filme, nossa solução é improvisar com a minha cama, nossa almofada e um dos notebooks. Netflix e Stremio sempre salvando a pátria. Um dia desses comentei que amava o filme Como Treinar o Seu Dragão e ela, surpreendentemente, não tinha assistido nenhum dos dois. Fui obrigada a ver de novo, e chorar de novo.

Aí nos perguntamos, o que podemos aprender com filmes de criança sobre vikings e dragões? Bom, os longas infantis são os que mais me tocam lá no fundinho. Vamos ao aprendizado do dia:

1) Os pets podem mesmo ser seu melhor amigo


Minha irmã era alérgica, então nunca tive um cachorro, criei medo pelo curto tempo em que tentamos ter quando era pequena. Se vir um cachorro do outro lado da rua, vou atravessar e achar que ele vai me morder, mas se um buldogue francês aparecer na frente, vou me derreter. Mesmo sem essa experiência, o filme mostra como um bichinho de estimação pode te amar e ser seu maior companheiro, ainda que sem cuspir fogo ou voar. 

2) As pessoas podem mudar


E quem disse que a pessoa que matava animais não pode agora amá-los e se dedicar a eles? Vemos que no filme o pai dele é bem duro no começo, até dizendo que ele não é seu filho, mas no fim ele já mostra seu orgulho imenso. Fico sempre esperançosa com esses filmes que mostram como as pessoas podem enxergar seus erros e compensá-los. 

3) Banguela e Stitch formariam uma ótima dupla



O carisma, as orelhinhas pontudas e seus talentos. Os dois são as coisas mais fofas do mundo que colocaríamos num potinho e levaríamos para todo o lugar. O Stitch sempre foi um dos meus personagens favoritos e, em 2010, o Banguela não ficou muito atrás.

4) Temos muita vontade de voar


Fala sério, ver as cenas dos dois voando dá uma vontade imensa de pular da janela e esperar um dragão me pegar. Mas não aconselho que faça isso. O jeito é só sonhar em tocar as nuvens como Astrid na primeira vez que voou. 

É isso aí, sei que existem mais coisas fofas para tirar do filme, então assistam sempre e se apaixonem toda vez como eu.

Você também poderá gostar

0 comentários