A vista do cotidiano

19:24


Acordar cedo todos os dias para pegar o ônibus lotado com as janelas fechadas (aparentemente as pessoas sentadas de manhã acham que os que estão em pé não suam) não é tão ruim assim quando se trabalha com uma vista dessa. Quer dizer, não dessa dessa, claro, não estou louca. As fotos mais abaixo estão do lado certo, mas assim achei mais legal para começar. 

Adoro aqueles momentos em que estou vendo matérias e matérias e, após uns instantes, estou vidrada na janela. Não dura muito, afinal, o clipping ainda precisa ser feito. Mas é difícil não se hipnotizar pelo horizonte formado por prédios. 

Poder pegar o elevador até o trigésimo segundo andar é bacana pra caramba. 


Dá pra ver o Edifício Altino Arantes, conhecido também como  Banespão, e o Martinelli, aquele rosinha que atrai turistas todos os dias, me distraindo ainda mais. Às vezes tem várias pessoas cuidando de decorações pomposas também. Ah! Adoro quando, de vez em nunca, passa um carinha do lado de fora limpando o vidro. Temo por ele sempre.


Tenho certeza de que sentirei muita falta disso a partir do mês que vem. Mas sei que é preciso abandar algumas paisagens para que outras venham!

Você também poderá gostar

0 comentários